Desde as primeiras semanas do ano, a Secretaria Municipal de Educação de Arroio Grande dedica-se a melhorias na infraestrutura da rede municipal de educação de ensino infantil e fundamental. Hoje, dia 15 de março, marcado no calendário como Dia da Escola, é uma ocasião oportuna para tomar conhecimento sobre a série de ações de 2021 da SME-AG, coordenada pela secretária Maria Angélica Cardozo, para valorização e conservação dos espaços físicos escolares. 

Em janeiro, a secretária Maria Angélica visitou os prédios com sua equipe para identificar as necessidades de cada um em termos de reforma e de obras para ampliar sua acessibilidade. Nesse sentido, foram feitos projetos para quatro escolas: Escola de Ensino Fundamental Silvina Gonçalves; Escola de Educação Infantil Edgar Dutra Lisboa; Escola de Ensino Fundamental Professora Neir Horner da Rosa e Escola de Ensino Fundamental João Goulart. 


A SME-AG trabalha também para aprimorar a infra-estrutura da Quadra Poliesportiva Issa Costa, que atende as atividades de duas escolas do Bairro Promorar. Já foram colocados três portões de acesso à quadra e os trabalhos continuam na colocação de grades para segurança, na reforma da quadra e dos banheiros e na pintura do prédio. 



Escola de Ensino Fundamental Silvina Gonçalves


O projeto para a EMEF Silvina Gonçalves tem como foco reformas necessárias para a acessibilidade de pessoas com deficiência (PCD) com construção de rampa de acessibilidade à escola com piso tátil e de um banheiro com toda a estrutura necessária à PCD. Também será feito um sistema de drenagem da água que fica acumulada em frente à entrada do prédio, bem como a substituição da tela que delimita a escola. 


Escola de Educação Infantil Edgar Dutra Lisboa


Em torno do prédio da EMEI Edgar Dutra Lisboa está sendo construído um muro de concreto pré-moldado. No interior da escola, está sendo substituído o piso de duas salas de aula e de um corredor. Há ainda o projeto de reforma de todas as aberturas, bem como de instalação de alarme, tendo em vista o último arrombamento que a escola sofreu. 


Escola de Ensino Fundamento Neir Horner da Rosa


Para a EMEF Neir Horner da Rosa o projeto é de troca dos basculantes, conserto da instalação elétrica, reparo na parte hidráulica dos banheiros e no reboco interno. 


Escola de Ensino Fundamental João Goulart 


Na EMEF João Goulart o projeto de infraestrutura foca na construção de banheiros e obras de acessibilidade.